Um dos maiores eventos em CCP movimentou especialistas cirurgiões em SP

6° SECCAPE trouxe para os debates as situações difíceis em cirurgia de cabeça e pescoço e panorama de carcinomas na era do HPV.

por Dr. Gustavo Manta – cirurgião de cabeça e pescoço

Entre os dias 09/05 e 11/05 ocorreu mais um importante evento da agenda nacional da Cirurgia de Cabeça e Pescoço, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo. Cirurgiões de todo o país puderam participar da 6ª Semana da Cirurgia de Cabeça e Pescoço da USP – edição conhecida como 6º SECCAPE.

O tema escolhido para esse ano foi “Situações Difíceis em Cabeça e Pescoço”, assunto bastante pertinente e de amplo interesse à prática clínica, trazendo para discussão renomados especialistas de diferentes instituições, com apresentações cuidadosamente selecionadas de situações específicas na prática da Cirurgia de Cabeça e Pescoço, consideradas desafiadoras. Além de propostas de abordagem, sempre debatendo as melhores evidências científicas disponíveis e a vivência clínica dos palestrantes.

O evento contou com a presença do americano Dr. David Eisele, professor e diretor do Departamento de Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço do conceituado Johns Hopkins Cancer Center. Sua participação contou com ótima conferência sobre avaliação de carcinomas de primário desconhecido na era do HPV. Outra conferência bastante elogiada pelos participantes sobre recorrência do adenoma pleomórfico. Finalizou sua participação com uma conferência sobre tumores do espaço parafaríngeo.

O 6º SECCAPE USP agrega em sua formação tradicionais cursos da Disciplina de Cirurgia de Cabeça e Pescoço da FMUSP, a qual todos os anos se mobiliza e se dedica a organizar um curso a toda comunidade da Cirurgia de Cabeça e Pescoço, sempre trazendo temas atuais e palestrantes que possam contribuir ao desenvolvimento da especialidade no país. Para registro, o 6º SECCAPE de 2019 contou com os seguintes cursos:

  • 6º Curso de Atualização de Doenças da Laringe;
  • 6º Curso de Atualização das Doenças da Boca e Orofaringe;
  • 7º Curso de Atualização de Doenças da Paratireoide;
  • 6º Curso de Atualização em Doenças das Glândulas Salivares e Base do Crânio e, o mais tradicional:
  • 60º Curso de Atualização em Moléstias da Tireoide.