Nossos novos meios de comunicação

SBCCP caminha em uníssono com a nova era da civilização, da ciência e da comunicação.
por Christiana Vanni – editora da Newsletter da SBCCP

Os métodos de transferência de informação são artifícios que ao longo dos anos foram aprimorados e modificados para serem mais precisos, fáceis e rápidos. Com esse intuito chegamos ao mundo globalizado, onde a internet conecta todos as pessoas em todos os lugares, sem limites. Curioso que, ao passo que estamos mais ligados mentalmente, estamos mais distantes fisicamente.
Iniciamos o processo, muitas vezes, com o olhar, um abismo de luz que comunica um mundo de coisas em um piscar de olhos, gestos e sons. Passamos para as pinturas que retratavam as atividades rotineiras. Até o quarto milênio antes de Cristo o Homem confiou à palavra a transmissão dos seus conhecimentos e tradições através da comunicação verbal. A partir de 3.000 a.C. algumas culturas começaram a utilizar a escrita: pictografia, ideografia, ideograma. Descobrimos o papiro, a pedra, a argila; mensagens eram gravadas e percorriam quilômetros de distância. O fim da pré-história foi marcada pela escrita e o início da história: telégrafos de tochas, de tambor, sinais de fumaça.
Em 1794 os irmãos Chappe inventaram o telégrafo, 36 letras e 10 algarismos, sinais ópticos que percorriam 230 km em 2 minutos. Em 1840, com Samuel Morse, esse sistema foi aprimorado por um código (espécie de alfabeto) com pontos e traços – o código Morse.
A evolução e a transformação dos meios de comunicação acompanharam a projeção da civilização, novos meios comunicantes adotados ajudaram a dividir em etapas: ideográfica, alfabética, impressão (nosso boletim, revista) e computador (nossa atual newsletter).
Estamos na quinta civilização! A mídia tem a capacidade de afetar o que as pessoas pensam sobre si e como elas percebem outras pessoas. A comunicação digital por computador tem a capacidade de mudar a organização social. As últimas tendências chamadas “smartmobbing” evolvem organização local através de dispositivos móveis, de maneira poucos para todos, criando amplas redes. Os meios digitais já são os mais utilizados pela população mundial, que dedica a eles mais horas semanais do que à televisão, ao rádio, aos jornais impressos ou ao cinema. Os menores de 18 anos, dedicam 14 horas dos seu dia para essas mídias, já os de 18-54 em torno de 16 horas. São dados assustadores.
Para muitos, essas mudanças devem ser analisadas com cautela… estamos nos tornando uma aldeia, a comunicação via email, redes sociais, whatsapp, o aprender de ouvido, muita informação sem fixação, superficial e instantânea. Entretanto, a nossa Sociedade tem o intuito de agregar, informar e entreter. Facilitando o acesso, a informação, de uma maneira mais agradável, atrativa. A newsletter nada mais é que um boletim por email informativo, abordando diversos assuntos do nosso interesse. Transformando, evoluindo, progredindo com intuito de melhorar nosso conhecimento, aproveitando o pouco tempo disponível, para facilitar a rotina de maneira prazeirosa.
A Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça (SBCCP) visa com isso, engajar, mobilizar e informar os associados, de maneira que todos sejam atuantes através do compartilhamento de conhecimento.